Macau Headhunter      Search      Travel      Video
Home | English | 繁體 | 简体 |
macauHR.com – Macau’s No.1 Job Site
Employer
register login forgot password help
 
Government Job Detail
Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau
 
Aviso sobre o concurso de ingresso, para o preenchimento de duas vagas de operário qualificado, área de cozinheiro.
 
Faz-se público que por despacho do Ex.mo Senhor Secretário para a Segurança, de 15 de Maio de 2015, e nos termos definidos na Lei n.º 14/2009 e no Regulamento Administrativo n.º 23/2011, se acha aberto o concurso comum, de ingresso externo, de prestação de provas, para o preenchimento de dois lugares de operário qualificado, 1.º escalão, área de cozinheiro, da carreira de operário qualificado, em regime de contrato de assalariamento do pessoal civil da Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau:
1. Tipo, prazo e validade
Trata-se de um concurso comum, de ingresso externo, de prestação de provas, com vinte dias de prazo para a apresentação de candidaturas, a contar do primeiro dia útil imediato ao da publicação do presente aviso no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau.
O presente concurso é válido por um ano, a contar da data da publicação da lista classificativa final.
2. Condições de candidatura
Podem candidatar-se todos os indivíduos que, até ao termo do prazo de apresentação de candidaturas, satisfaçam as seguintes condições:
2.1 Sejam residentes permanentes da Região Administrativa Especial de Macau;
2.2 Preencham os requisitos gerais para o desempenho de funções públicas, previstos no Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, vigente;
2.3 Estejam habilitados com o ensino primário e possuam habilitação profissional na área de cozinheiro * ou respectiva experiência profissional que não seja inferior a três anos.
* A habilitação profissional deve ser adequada ao exercício das funções e é adquirida em cursos de formação relacionados cuja duração não seja inferior a trinta horas pedagógicas, ou através de certificado de qualificação profissional emitido pelos serviços públicos.
3. Forma de admissão, local de apresentação de candidaturas e elementos e documentos a apresentar
3.1 A admissão ao concurso é feita mediante o preenchimento da Ficha de Inscrição em Concurso (impresso próprio aprovado pelo Despacho do Chefe do Executivo n.º 250/2011), a qual deve ser acompanhada dos documentos necessários e entregue, até ao termo do prazo fixado e durante as horas de expediente, à Secção de Recrutamento da Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau, sita na Calçada dos Quartéis, Macau.
3.2 Documentos a apresentar
3.2.1 Os candidatos não vinculados à função pública devem apresentar:
a) Fotocópia do documento de identificação válido (é necessária a apresentação do original para autenticação);
b) Fotocópia de documentos comprovativos das habilitações académicas exigidas no presente aviso (é necessária a apresentação do original para autenticação);
c) Documentos comprovativos de habilitação profissional na área de cozinheiro ou respectiva experiência profissional que não seja inferior a três anos (nos termos do n.º 3 do artigo 8.º da Lei n.º 14/2009, a experiência profissional demonstra-se por documento emitido pela entidade empregadora onde foi obtida ou mediante declaração pessoal sob compromisso de honra);
d) Nota curricular, elaborada na língua chinesa ou portuguesa, devidamente assinada pelo candidato, donde constem, detalhadamente, a habilitação académica, formação profissional e experiência profissional, devendo a mesma ser acompanhada dos documentos comprovativos do mencionado.
3.2.2 Os candidatos vinculados à função pública devem apresentar:
Documentos acima referidos nas alíneas a), b), c) e d), bem como o registo biográfico emitido pelo Serviço a que pertencem.
Os candidatos ficam dispensados da apresentação dos documentos acima referidos nas alíneas a), b) e c), bem como do registo biográfico, se os mesmos já se encontrarem arquivados nos processos individuais do serviço a que pertencem, devendo, neste caso, ser declarado expressamente tal facto na Ficha de Inscrição em Concurso.
3.2.3 No requerimento de admissão, o candidato deve indicar a língua, chinesa ou portuguesa, em que irá prestar as provas.
4. Caracterização do conteúdo funcional
Funções de natureza executiva de carácter manual ou mecânico, de actividades produtivas e de reparação ou manutenção, com graus de complexidade variáveis, enquadradas em instruções gerais bem definidas, requerendo habilitação profissional ou respectiva experiência de trabalho.
5. Conteúdo funcional
5.1 Confeccionar os pratos e as sopas do menu do dia e prestar apoio na elaboração dos menus de cada mês;
5.2 Preparar com autonomia os ingredientes necessários para as diferentes receitas;
5.3 Prestar apoio na realização do prévio cálculo da quantidade dos ingredientes para consumo e na verificação da qualidade das matérias-primas adquiridas;
5.4 Responsabilizar pelos trabalhos da cozinha, nomeadamente a programação, a supervisão e a execução de todos os procedimentos de confecção de alimentos necessários e manter o higiene dos utensílios e do local de trabalho.
6. Vencimento, direitos e regalias
O operário qualificado, 1.º escalão, área de cozinheiro, vence pelo índice 150 da tabela indiciária de vencimentos, constante do mapa 2 do anexo I à Lei n.º 14/2009, e usufrui dos direitos e regalias previstos no regime geral da função pública.
7. Forma de provimento
É provido em regime de contrato de assalariamento, sendo de seis meses a duração do primeiro contrato.
8. Métodos de selecção
a) Prova de conhecimentos, de carácter eliminatório;
b) Entrevista profissional, de carácter eliminatório;
c) Análise curricular.
9. Objectivos dos métodos de selecção
Prova de conhecimentos — avaliar o nível de conhecimentos gerais ou específicos, exigíveis para o exercício de determinada função, através de prática;
Entrevista profissional — determinar e avaliar elementos de natureza profissional relacionados com a qualificação e a experiência profissionais dos candidatos face ao perfil das exigências da função;
Análise curricular — examinar a preparação do candidato para o desempenho de determinada função, ponderando a habilitação académica e profissional, a qualificação e experiência profissionais, os trabalhos realizados e a formação profissional complementar.
10. Sistema de classificação
Os resultados obtidos na aplicação dos métodos de selecção são classificados de 0 a 100 valores;
Serão excluídos os candidatos que obtenham classificação inferior a 50 valores nas provas eliminatórias ou na classificação final;
Sendo excluídos ou não, os resultados serão publicados na lista classificativa e os candidatos aprovados serão convocados para a próxima fase de selecção.
11. Classificação final
A classificação final resulta da média ponderada das classificações obtidas nos métodos de selecção utilizados, da seguinte forma:
Prova de conhecimentos: 60%;
Entrevista profissional: 30%;
Análise curricular: 10%.
12. Condições de preferência
Em caso de igualdade de classificação, os candidatos serão ordenados, de acordo com as condições de preferência previstas no artigo 26.º do Regulamento Administrativo n.º 23/2011.
13. Publicitação das listas
13.1 As listas provisória, definitiva e classificativas das fases intermédias do concurso serão afixadas no átrio da Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau, sita na Calçada dos Quartéis, Macau, e disponibilizadas na página electrónica das Forças de Segurança de Macau, em http://www.fsm.gov.mo. O anúncio referente aos locais de afixação e de acesso às listas supracitadas será igualmente publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau;
13.2 A lista classificativa final será publicada no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau, sendo afixada no átrio da Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau, sita na Calçada dos Quartéis, Macau, bem como disponibilizada na página electrónica das Forças de Segurança de Macau, em http://www.fsm.gov.mo.
14. Programa da prova
14.1 Confeccionar os pratos ordenados, quer da culinária portuguesa, quer da culinária chinesa;
14.2 Conhecimentos sobre a utilização de diferentes equipamentos de cozinha;
14.3 Práticas de higiene na cozinha.
15. Legislação aplicável
O presente concurso regula-se pela Lei n.º 14/2009 e pelo Regulamento Administrativo n.º 23/2011.
16. Observações
Os dados prestados pelos concorrentes servem apenas para uso de recrutamento, sendo tratados nos termos da Lei n.º 8/2005.
17. Composição do júri
Presidente: Lau Weng San, subchefe do CB.
Vogais efectivos: Van Ka Kei, técnico principal; e
Lou Hou Kei, operário qualificado.
Vogais suplentes: Kwan Man Fei, técnica principal; e
U Hong Chong, operário qualificado.
Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau, aos 14 de Julho de 2015.
A Directora dos Serviços, substituta, Kok Fong Mei.
Find a Job